Monito.com

Veja como receber dinheiro do exterior e dicas para economizar

Cecilia Gibson faz parte da equipe do Monito
Cecilia Gibson

Redação

out 30, 2023
Aviso de publicidade

Quando se trata de receber dinheiro do exterior – e o Brasil registrou um recorde de US$ 4,7 bilhões de remessas vindas de outros países em 2022, é bom ficar atento às taxas que reduzem o valor que vai chegar ao seu bolso.

Seja para receber um pagamento internacional, valores de familiares no exterior ou trazer dinheiro de outro país, este guia tem tudo o que você precisa saber para fazer isso com economia, segurança e rapidez.

recommendation icon

Recomendação do Monito

  1. Wise: melhor plataforma no geral
  2. Revolut: melhor para transferências grátis
  3. Remessa Online: melhor para Google Adsense
  4. Remitly: melhor para retirada de dinheiro
  5. Global66: melhor para receber da América Latina

Existem várias maneiras de receber dinheiro do exterior

Receber dinheiro do exterior pelo seu banco pode até parecer a forma mais fácil, barata e segura. Mas a verdade é que hoje você tem várias boas opções à sua disposição quando se trata de receber recursos de outro país.

De plataformas 100% online às que possuem agentes locais, passando pelas carteiras digitais até os antigos Correios ­– o melhor jeito depende do que é mais importante para você: preço, conveniência ou prazo (ou um mix de tudo).

Formas mais comuns

  • Plataforma de transferência. Os serviços de transferência online costumam oferecer menores custos (ou mesmo transferências grátis entre usuários) e taxas de câmbio mais competitivas do que os bancos, além de serem mais rápidos.
  • Depósito bancário internacional. Você também pode receber dinheiro do exterior via uma simples transferência de uma conta bancária para outra. Mas os bancos podem sair caro, pois geralmente aplicam sua própria taxa de câmbio, além de várias tarifas.
  • Retirada de dinheiro em espécie. Outra opção é receber a remessa em um agente local. Embora seja mais cara que os métodos online, a coleta de dinheiro em espécie pode ser útil em situações de emergência, pois podem chegar em poucos minutos.
  • Carteira digital. Ainda são poucas as carteiras digitais que aceitam pagamentos do exterior aqui no Brasil. A exceção é o PayPal, que não recomendamos por conta dos custos elevados, pois se trata de uma transação comercial – mesmo entre pessoas físicas.
  • Correios. O envio de vales postais internacionais está suspenso, mas ainda é possível receber vales de outros países. Não há cobrança de tarifa no recebimento da remessa, mas demoram em média 5 dias úteis e as taxas de câmbio costumam ser desvantajosas.

Dica da editora: a taxa de câmbio afeta o valor recebido

Pode ser que você já tenha visto por aí algum anúncio oferecendo “transferências internacionais com tarifa zero”. E, de fato, não há nenhuma tarifa. Mas é que os custos estão ocultos na taxa de câmbio.

Muitos bancos e fintechs definem suas próprias taxas de câmbio usando a cotação comercial como referência e adicionam um percentual em cima – o chamado ágil ou spread. E um câmbio pior significa menos dinheiro no seu bolso.

Por isso, é importante ficar de olho na taxa de câmbio. Via de regra, as melhores empresas praticam o câmbio comercial, que é aquele que você vê no Google, e mostram claramente todos os custos em seus simuladores.

Está difícil de encontrar a calculadora de conversão apontando exatamente quanto o beneficiário vai receber? Se ela aparece apenas após o login no site ou app, atenção. Afinal, quem oferece um bom negócio quer divulgar com destaque, e não esconder.

5 melhores opções para receber dinheiro do exterior

Hoje em dia, há várias fintechs e plataformas de transferência que fazem com que receber dinheiro de outros países seja algo muito mais prático, rápido e barato do que era antigamente.

Aqui trazemos cinco dos principais apps disponíveis no mercado para que possa escolher o mais adequado para suas necessidades. Veja nossas recomendações com base em fatores como custos, prazos e métodos de entrega, entre outros.

1. Wise: melhor plataforma no geral

Não é à toa que a Wise é uma das plataformas mais populares do mundo quando o assunto é envio e recebimento de dinheiro do exterior. A fintech britânica tem tarifas baixas, um serviço excelente e milhares de clientes satisfeitos (inclusive eu).  

Isso tudo coloca a Wise no topo do ranking do Monito como melhor serviço de transferência internacional no geral. Não tem muito como errar com a Wise, mas ela é especialmente indicada para quem prefere receber até US$ 10 mil direto na conta bancária.

A Wise oferece uma ampla cobertura, sendo possível receber dinheiro em reais brasileiros de 28 moedas diferentes – incluindo iene do Japão, rupia do Índia, lira da Turquia e outras mais exóticas. Mas faltam moedas “hermanas” da América Latina.

Caso esteja se perguntando, a diferença entre receber dinheiro pela Wise na sua conta bancária aqui no Brasil ou direto pelo seu banco é que você evita a conversão dupla e taxas SWIFT – outros custos que diminuem o valor total recebido.

Com a Wise, você obtém dados bancários para a zona do Euro, EUA, Reino Unido e outros oito países para receber dinheiro como um morador local. É grátis receber dinheiro na sua conta da Wise – exceto pagamentos por wire em USD ($ 4,14) e por SWIFT em CAD ($ 10).

2. Revolut: melhor para transferências grátis entre familiares

Recém-chegada ao país, a Revolut é uma fintech britânica que funciona de forma bastante parecida com a Wise no Brasil, oferecendo também uma conta multimoeda, cartão de débito e transferências internacionais, entre outros serviços.

Uma das vantagens da fintech é que ela oferece transferências grátis e instantâneas entre usuários Revolut – mesmo entre contas de países diferentes, basta utilizar a mesma moeda (como dólar, euro e outras 29).

Na prática, isso significa que um usuário Revolut nos Estados Unidos pode enviar dólares para outro usuário aqui no Brasil sem pagar nenhuma tarifa, por exemplo. Mas note que podem ser aplicadas taxas de câmbio – é só conferir no app.

Na opinião do Monito, isso torna a Revolut uma escolha bastante atrativa para quem precisa receber dinheiro de parentes ou amigos que moram no exterior – ou vice-versa. Para fazer isso, ambos precisam ter conta na plataforma e abrir saldo na moeda desejada.

Caso você queira converter seus dólares para real, é bom saber que incide IOF de 0,38% e a Revolut adiciona um spread cambial de 1,0% spread durante o horário comercial. Fora dele, é cobrada uma taxa adicional de 0,5%. Ou seja, melhor fazer entre às 9h e 18h durante a semana.

Postagem da Revolut Brasil no Instagram sobre as transferências grátis entre usuários Revolut

Fonte: https://www.instagram.com/p/CrtBNGXgJSG/

3. Remessa Online: melhor para receber do Google Adsense

Já a Remessa Online é ideal para quem é criador de conteúdo e precisa receber dinheiro do Adsense, a plataforma de monetização da Google. Na nossa avaliação, fintech brasileira disponibiliza a melhor combinação entre custos e transparência.

Seus dólares são convertidos com a cotação comercial, e você paga uma pequena taxa que varia entre 0,7% e 1,64% – uma das menores do mercado. Recebimentos acima de R$ 1.200 não têm cobrança de tarifa externa (abaixo desse valor R$ 39,90).

Outra vantagem da Remessa Online é que a plataforma não só divulga todos os custos tim-tim por tim-tim, como disponibiliza um simulador em seu site para você poder comparar com alternativas e colocar as despesas na ponta do lápis.

Resgatar valores também é rápido e fácil com a Remessa Online. Você recebe no mesmo dia na sua conta bancária os resgates efetuados até as 12h durante a semana (após esse horário, chegam no dia útil seguinte).

É possível ainda automatizar os pagamentos, caso receba de forma recorrente. Não há incidência de imposto de renda na transação, apenas IOF de 0,38% - um tributo obrigatório que é arrecadado pela Receita Federal.

warning icon

Nota da editora: o Banco Inter cobra um spread que varia de 0,4% até 4%, enquanto o Banco Rendimento não informa qual a taxa de câmbio praticada. Na minha opinião, isso sinaliza falta de transparência e possivelmente um câmbio ruim.

4. Remitly: melhor para retirada de dinheiro em espécie

Se você não tem conta bancária ou precisa receber dinheiro rapidamente em caso de emergência, a Remitly pode ser uma ótima opção, graças à sua velocidade e preço nas transferências para retirada em dinheiro vivo.

Os recursos ficam disponíveis em poucos minutos e podem ser retirados pessoalmente nos milhares de pontos de coleta dos parceiros da Remitly. Inclusive, a plataforma oferece garantia de reembolso caso o dinheiro não chegue no prazo.

Não é preciso ter cadastro na Remitly para receber dinheiro do exterior (apenas o remetente precisa criar uma conta), basta apresentar seu documento de identidade e o número de referência da transferência.

Nenhuma tarifa é cobrada do destinatário – apenas de quem envia o dinheiro. As taxas da Remitly são incorporadas à taxa de câmbio e normalmente ficam entre 0,5% e 2% do valor da remessa, variando de acordo com a moeda.

Com mais de 5 milhões de clientes, a Remitly é uma plataforma de transferência de dinheiro confiável e bem estabelecida, que está disponível para envios dos EUA, Europa, Canadá e Austrália.

info icon

Dica: Além da coleta de dinheiro em espécie, também é possível receber dinheiro via Pix com a Remitly. Basta informar sua chave Pix e CPF ao remetente. Este por sua vez, deve selecionar o Pix como método de entrega ao fazer a remessa.

5. Global66: melhor para trazer dinheiro da América Latina

Se você precisa trazer dinheiro da Argentina, Chile, Colômbia, Equador, México ou Peru para o Brasil, vale a pena conhecer a Global66, já que a premiada startup chilena é uma das poucas que oferece remessas desses países, sendo bastante competi

De acordo com dados do motor de comparação do Monito, a Global66 costuma ser a opção mais barata para transferências nesses corredores, oferecendo umas das melhores tarifas e taxas de câmbio para a América Latina.

A Global66 cobra uma pequena tarifa fixa (em torno de 3% de pesos chilenos, mexicanos e peruanos para reais brasileiros), além da taxa de câmbio geralmente ficar bem próxima do câmbio comercial – o mesmo que você vê no Google.

Inclusive, você pode fazer uma simulação no site da Global66 para visualizar as tarifas e taxas de câmbio que serão aplicadas à transferência, assim sabe ao certo quanto dinheiro vai receber aqui no Brasil.

Embora ainda seja pouco conhecida no Brasil, a fintech chilena possui reputação excelente no Trustpilot e é uma das que mais crescem na América Latina, chegando a figurar recentemente entre os 100 negócios inovadores do Fórum Econômico Mundial.

Por que não indicamos o PayPal: custos muito elevados

Com 432 milhões de usuários, o PayPal é uma das carteiras digitais mais usadas em todo o mundo. Devido ao seu imenso alcance e transferências de dinheiro rápidas, pode ser tentador usar o PayPal para receber dinheiro do exterior.

Mas apesar de ser uma opção prática e conveniente, não recomendamos usar o PayPal para essa finalidade por um simples motivo: essa é uma das formas mais caras de transferir dinheiro entre moedas diferentes.

O PayPal cobra do remetente uma margem na taxa de câmbio altamente variável e não transparente, entre 2,5% e 4,5% do valor total da transferência, o que significa que menos dinheiro chegará à sua carteira aqui no Brasil.

Além disso, quem recebe ainda paga uma taxa de 3,5% sobre a taxa de câmbio – o chamado spread cambial.  E como a calculadora do PayPal está desativada, receber um pagamento internacional pelo PayPal é basicamente um “tiro no escuro”. Na nossa avaliação, é melhor evitar.

Reclamação sobre a taxa de câmbio do Paypal no site Reclame Aqui

Fonte: https://www.reclameaqui.com.br/paypal/paypal-nao-informa-cotacao-do-dolar-que-usa-para-cambio-em-recebimentos_OxXkZdYuRf6EGybu/

info icon

Nota: Atualmente, as carteiras digitais PicPay e Mercado Pago recebem somente pagamentos locais. Ainda não é possível receber dólares ou euros, por exemplo, apenas pagamentos em reais.

Confira as taxas cobradas pelos principais bancos

Os bancos podem cobrar tanto um percentual sobre o valor da operação ou uma tarifa fixa – em alguns casos em dólares – para recebimento de ordens de pagamento do exterior.

Mas isso não é tudo! Além de eventuais despesas SWIFT, a taxa de câmbio que os bancos utilizam para converter a moeda estrangeira em reais costuma ser bastante ruim, já que vem com uma margem oculta em cima do câmbio comercial.

Por exemplo, no dia 27 de outubro de 2022 às 18h35, o app do Banco do Brasil cotava o recebimento de dólares americanos a R$ 4,9124, enquanto a taxa média do mercado era de R$ 4,9840 – uma cotação 1,43% pior.

Veja abaixo quais os custos para receber dinheiro do exterior com os bancos:

  • Banco do Brasil: R$ 440 via internet + percentual sobre câmbio (tabela)
  • Bradesco: R$ 225 + percentual sobre câmbio (tabela)
  • Itaú: R$ 150 + percentual sobre câmbio (tabela)
  • Santander: R$ 200 + percentual sobre câmbio (tabela)
  • Caixa: 1% do valor (mínimo US$ 30 e máximo US$ 120) + percentual sobre câmbio (tabela)
  • Banco Inter: grátis acima de US$ 50 + percentual sobre câmbio (nas compras internacionais com cartão o spread é de 4%).

App to Banco do Brasil mostrando as taxas de câmbio para dólar americano em 27/10/2023

Fonte: app do Banco do Brasil em 27/10/2013 às 18:35

info icon

Info: Não é possível receber dinheiro do exterior diretamente pelo Nubank, já que a conta do roxinho não tem número IBAN. Mas o banco digital tem parceria com a Remessa Online.

O que é preciso para receber dinheiro do exterior?

Para receber dinheiro do exterior, você precisa compartilhar seus dados com o remetente. Geralmente, isso inclui os códigos SWIFT e IBAN, que servem para identificar países, bancos e contas nas transferências internacionais.

Documentos necessários

Veja quais informações você deve passar para quem vai enviar o dinheiro para você, lembrando que isso pode variar de acordo com a forma de recebimento:

  • Seu nome completo
  • Seu e-mail, endereço e telefone
  • Código SWIFT do seu banco
  • Código IBAN da sua conta
  • Canal bancário (se houver)
info icon

Diga adeus ao IOF de 5,38% e câmbio turismo do cartão de crédito. Veja como escolher o melhor cartão pré-pago para suas compras e viagens internacionais.

Quanto tempo demora para receber o dinheiro do exterior?

Assim como a forma mais barata, o tempo que leva para receber dinheiro do exterior também varia drasticamente, levando de segundos a dias para chegar ao destinatário. Aqui está uma estimativa de quanto tempo você pode esperar para receber seu dinheiro:

  • Plataformas digitais: entre 1 e 2 dias úteis.
  • Depósito bancário: entre 2 e 5 dias úteis.
  • Retirada de dinheiro: entre minutos e 1 dia útil.
  • Carteira digital: normalmente 1 dia útil.
  • Correios: cerca de 5 dias úteis.

Vale lembrar que esses prazos são baseados em tempos médios, o que significa que o tempo real pode ser maior ou menor, dependendo do país de origem, moeda, empresa, horário, forma de pagamento e outros fatores.

Receber dinheiro do exterior paga imposto?

Quem recebe dinheiro do exterior sempre paga IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), um tributo cobrado pela Receita Federal em cima das operações de câmbio. O valor geralmente é retido pelo banco ou fintech e sua alíquota pode ser de 0,38% ou 1,1%. Entenda:

  • Remessa para si mesmo. Quando você traz dinheiro do exterior para você mesmo no Brasil, o IOF é de 0,38%, já que as contas têm a mesma titularidade.
  • Pagamentos de terceiros. Quando alguma empresa, familiar ou amigo transfere os recursos para você, o IOF é de 1,1% (contas com titularidades diferentes).

De acordo com o volume e a natureza da operação, também pode ser preciso declarar o dinheiro recebido do exterior no Imposto de Renda. Isso inclui salários ou outras remunerações, heranças, doações e pagamentos do Adsense, entre outros rendimentos.

Em linhas gerais, funciona assim:

Na dúvida, o melhor é entrar em contato com um contador ou consultar o site da Receita Federal para esclarecer dúvidas a respeito da tributação das remessas internacionais.

Outras dúvidas comuns sobre recebimento de dinheiro do exterior

Por que confiar no Monito?

Você provavelmente já percebeu que enviar dinheiro para o exterior pode ter um custo exorbitante. Depois de enfrentar esse problema em 2013, nossos cofundadores François, Laurent e Pascal lançaram um motor de comparação em tempo real para comparar os melhores serviços de transferência de dinheiro em todo o mundo.

Hoje, as comparações, análises e guias premiados do Monito contam com a confiança de quase 8 milhões de pessoas todos os anos e nossas recomendações são respaldadas por milhões de dados de preços e dezenas de testes especializados – tudo para que você possa tomar decisões bem informadas.

Saiba mais sobre o Monito
  • Mais de 15 milhões de pessoas no mundo todo confiam no Monito

  • Nossos especialistas passam horas pesquisando e testando serviços

  • Nossa independência jamais é afetada pelas comissões de afiliados

Monito.com

Global Impact Finance Ltd
Rue du Pont 22
1003 Lausana
Suíça

Aviso de afiliado
Em vez de banners publicitários e paywalls, o Monito ganha dinheiro com links de afiliados para várias empresas de transferência exibidas em nosso website. E apesar de trabalharmos duro para encontrar as melhores ofertas do mercado, nem sempre conseguimos trazer todos os inúmeros produtos disponíveis. Nossa ampla gama de parceiros afiliados de confiança nos permite fazer recomendações detalhadas, imparciais e baseadas em soluções para todos os tipos de questões e problemas dos consumidores. Isso nos permite combinar nossos usuários com as empresas certas para atender às suas necessidades e, dessa forma, combinar essas empresas com novos clientes, criando uma situação ganha-ganha para todos. Embora alguns links no Monito possam nos render uma comissão, isso nunca afeta a independência e a imparcialidade de nossas análises, recomendações e avaliações.